DESKTOP

Prefeitura de Curitiba faz contratação emergencial de enfermeiros e técnicos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

contratação enfermeiros Curitiba
O objetivo é contratar até 613 profissionais de saúde, 155 enfermeiros e 458 técnicos de enfermagem em saúde pública. (Foto: Divulgação/AEN)

Começam na próxima segunda-feira (19), às 20h, as inscrições para os interessados em participar do processo seletivo simplificado para a contratação temporária e emergencial de enfermeiros e técnicos de enfermagem em saúde pública. A inscrição é gratuita e pode ser feita até o dia 23 de abril, exclusivamente pelo site da prefeitura.

O objetivo é contratar até 613 profissionais de saúde, 155 enfermeiros e 458 técnicos de enfermagem em saúde pública. Todos devem ter registro no Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR).

O início do processo de contratação ocorrerá nas próximas semanas. Os candidatos serão convocados, de acordo com o dia e o horário da inscrição e com base naquilo que cada um declarar como experiência e formação profissional. A classificação final será divulgada no dia 30/4.

Quem pode participar

A seleção é aberta aos que participaram do processo de 2020 e não foram convocados, além daqueles que cumpriram seus contratos de trabalho em 2020 e 2021.

De acordo com os editais, por causa da pandemia, fica impedida a contratação de pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, gestantes e as que enfrentam condições crônicas de saúde de natureza grave. As patologias estão mencionadas nos editais (anexo I).

Experiência profissional e cursos

Os participantes não farão provas, mas sua experiência profissional nos últimos 15 anos será levada em conta, desde que seja comprovada. Também serão pontuados os candidatos que tenham feito cursos como os relacionados ao enfrentamento da Covid-19 .

No caso dos técnicos de enfermagem em saúde pública, terão pontuação se tiverem formação em cuidados com pacientes de UTI, urgência e emergência. Enfermeiros terão pontuação se fizeram cursos de pós-graduação lato sensu.

LEIA TAMBÉM:

“Pedimos que os candidatos declarem aquilo que poderão comprovar, quando forem convocados. Se o profissional declara algo que não pode ser demonstrado, corre o risco de ser eliminado do processo”, explica a superintendente de Gestão de Pessoal da prefeitura, Luciana Varassin.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X