DESKTOP

Quando a amizade tem cheirinho de comida da vovó e aquece como um novelo de lã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Simone Giacometti

Beatriz e Regina Medeiros, avó e neta, contam algumas das curiosidades que fortalecem sua amizade. (Vídeo: Portal Reinaldo Bessa)

“A gente não faz amigos, reconhece-os.” Com essa frase de Vinícius de Moraes, abrimos uma pequena série produzida pelo Portal Reinaldo Bessa, feita especialmente para comemorar a amizade. Encontramos um pretexto para falar sobre o tema: 18 de Abril é o Dia do Amigo. Mas se você ouviu dizer que essa data é comemorada em outro mês, não tem problema. É que até o calendário dedica vários dias para os amigos! E para nossa equipe, é tempo de falar do poder da amizade, da importância de uma palavra amiga, da necessidade de uma rede de apoio que nos dê forças neste tempos tão difíceis de perdas e dúvidas sobre o futuro.

Quem abre a primeira das três reportagens é Regina Medeiros, de 63 anos, que vem nos contar uma história de amizade tecida pelos laços de sangue e estreitada pela fina sintonia do amor com a neta Beatriz Medeiros, de 19 anos. Essas duas adoram fazer tudo juntas e não é de hoje! “A gente é muito parceira, a Bia adora falar e desde pequenininha nós conversamos muito. Ela ficava andando atrás de mim pela casa, comentando sobre tudo. E eu sempre incentivei. Os pais dela tinham que sair para trabalhar fora e ela ficava comigo, vendo eu fazer as coisas. Sempre gostei de artesanato e ensinei os primeiros pontos de tricô e crochê para ela”, lembra Regina.

historias-de-amizade
Beatriz e Regina comemoram a amizade que vai além dos laços de família. (Foto: Arquivo pessoal)

Os anos se passaram e a amizade só aumentou, mesmo que o contato presencial tenha diminuído por causa da nova rotina de Beatriz. Ela está cursando psicologia e há um tempo atrás, surpreendeu a avó, chegou com um quadradinho pronto e falou sobre a intenção de fazer um casaco de crochê bem colorido. “Eu fiquei muito orgulhosa, nem imaginei que ela ainda se lembrasse dos pontos. Foi uma surpresa porque eu tenho duas filhas e nenhuma delas conseguiu aprender! (risos)”.

historias-de-amizade
Regina e Beatriz no Beto Carrero, curtindo um dos lugares que mais gostam de ir, os parques de diversão. (Foto: Acervo Pessoal)

A partir desse dia, o projeto do casaco passou a ser executado. A escolha do modelo, o tipo de ponto e as cores, ficaram por conta da Bia. Regina até tentou dar ideias sobre tons mais claros, mas a neta tem atitude e disse com jeitinho o que queria. Testaram alguns fios, desmancharam tudo e recomeçaram. A confecção ia bem e a expectativa era terminar logo. Mas os planos mudaram.

Regina caiu na área de serviço da casa dela. No tombo, fraturou várias partes do braço e até uma vértebra da coluna. Foi socorrida por Beatriz e levada ao hospital. A partir daí, começou uma corrida de recuperação que levou três meses e agora está na fase da fisioterapia.

A idade nunca foi barreira para as aventuras da dupla, que adora parques de diversão, mas também não dispensa uma atividade tranquila como o tricô. Aliás, de quadradinho em quadradinho, um belo casaco feito a mão só precisa de alguns acabamentos finais que Bia e Regina pretendem fazer em parceria.

LEIA TAMBÉM:

E amanhã, você vai conhecer a história da jornalista Vanusa Vicelli, que fala sobre o poder da amizade para superar até doenças graves, como o câncer.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X