Recital em homenagem a Beniamino Gigli acontece neste sábado em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Estrelado por Vitorio Scarpi e Thiago Plaça Teixeira, recital em homenagem ao tenor italiano Beniamino Gigli acontece neste sábado em Curitiba. (Foto: Divulgação)

No próximo sábado (6), às 19h, acontece em Curitiba um recital em homenagem ao tenor italiano Beniamino Gigli (1890-1957), que há exatos 70 anos (outubro de 1951), visitava Curitiba e aqui realizava um recital no antigo Cine Ópera. Estrelado pelo tenor curitibano Vitorio Scarpi e pelo pianista Thiago Plaça Teixeira, o recital será apresentado no Teatro Londrina, que fica dentro do Memorial de Curitiba, no Largo da Ordem. Os ingressos são limitados e podem ser adquiridos pelo WhatsApp (41) 99898-2798, a R$ 25. A venda é somente antecipada, não haverá bilheteria no local.

Vitorio Scarpi é vencedor dos maiores concursos de ópera do país, melhor tenor do Concurso Maria Callas, melhor tenor no Concurso Linus Lerner da ORSN, melhor intérprete de canção de câmera no Concurso Carlos Gomes de Campinas, além da premiação com o primeiro lugar no concurso internacional de canto “Galyna Pysarenko” na Rússia e do Concurso Internacional de Canto de San Luis Potosí, no México. Em Curitiba, é destaque na cena lírica local, participando como solista de diversos eventos da Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba a convite do prefeito Rafael Greca. Seu último trabalho foi “Lucia di Lammermoor”, de Gaetano Donizetti, como Edgardo.

Thiago Plaça Teixeira é pianista, bacharel em piano pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Mestre e Doutor em Música pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Foi premiado no VI Concurso de Piano Prof. Edna Habith, no V Concurso Nacional de Piano da EMBAP e no Concurso Internacional de Piano Honorina Barra. No âmbito da ópera, foi pianista correpetidor em montagens como Rigoletto (Verdi), La Traviata (Verdi), Il Barbiere di Siviglia (Rossini), King Arthur (Purcell), Mirandolina (Martinu), entre outras. Atualmente, é professor na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Unespar – Curitiba I).

Beniamino Gigli

O tenor italiano Beniamino Gigli se tornou um nome lendário na grande história do canto lírico. Nascido em Recanati na Itália, recebeu formação na Academia de Santa Cecília, em Roma, estudando com o grande barítono Antonio Cotogni (1831-1918) e o professor Enrico Rosati (1874-1963). Aos vinte e quatro anos estreou no mundo da ópera, cantando La Gioconda, de Ponchielli, no Teatro de Rovigo. No Scala de Milão, em 1918, apresentou a ópera Mefistofele, de A. Boito. Em 1920, estreou no Metropolitan de Nova Iorque, onde trabalhou então por doze anos, sucedendo o célebre Enrico Caruso (1873-1921), fez brilhante carreira internacional, entre outras conquistas.

LEIA TAMBÉM:

Em uma de suas turnês pela América do Sul, Gigli visitou e cantou também em Curitiba. Na noite de 16 de outubro de 1951, o tenor fez um recital no Cine Ópera (onde mais tarde se tornaria a famosa Loja Mesbla). Na época, era um dos principais espaços de entretenimento da cidade. Na ocasião, ao piano (de marca Essenfelder), estava o maestro Enrico Sivieri.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X