Referência em otorrinolaringologia, Hospital IPO recebe certificado para realizar pesquisas acadêmicas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O sócio-fundador do Hospital IPO e diretor do Núcleo de Ensino e Pesquisa, Evaldo Macedo; o gerente nacional da EMS, Antonio Rufino Lima; o diretor de Marketing da EMS, Lenir Silveira; o gerente médico de Pesquisas Clínicas da EMS, Arthur Kummer; o diretor Técnico do Hospital IPO, João Luiz Garcia de Faria; o gerente distrital da EMS, Fábio Campano; o sócio-fundador do Hospital IPO, Marcos Mocellin; e o membro do Conselho Científico da EMS, Fábio Barros (a partir da esquerda), no momento da entrega do certificado IQVIA. (Foto: Divulgação)

O Hospital IPO acaba de receber o certificado IQVIA, que o credencia a realizar pesquisas clínicas internacionais nas áreas de otorrinolaringologia, oftalmologia e diversas outras especialidades que serão implantadas com o tempo. Com a habilitação, o hospital curitibano passa a ser um centro de pesquisas no Sul do Brasil nessas áreas. A certificação foi entregue no dia 14 de julho em um evento no próprio hospital e foi viabilizada pela EMS, multinacional brasileira de produtos farmacêuticos, que possui uma parceria de duas décadas com Hospital o IPO.

“Essa certificação, tão importante para o mundo acadêmico, tem uma representatividade muito grande para o Hospital IPO, pois consolida cada vez mais o avanço e liderança da instituição rumo à pesquisa e inovação científica”, afirma o médico João Luiz Garcia de Faria, diretor do hospital e da BF Medical Facilities, empresa proprietária do Eco Medical Center, o novo complexo médico que está sendo construído junto IPO na Água Verde.

LEIA TAMBÉM:

Para receber a certificação IQVIA, uma equipe médica do Hospital IPO composta por Caroline Rimoli, Cassio Wassano, Evaldo Macedo, Flavio Massao Mizoguchi e Henrique Furlan Pauna fez um treinamento especial. “O mundo passou por uma grande mudança, que trouxe inovação e criatividade. Com a pandemia, a velocidade das pesquisas acadêmicas também aumentou. Por isso, queremos criar um ambiente seguro e tecnológico, que estimule a pesquisa, diz Macedo, presidente do Núcleo de Ensino e Pesquisa do Hospital IPO (NEP).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X