Restaurante Île de France se despede do atual endereço após 64 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Um dos salões do restaurante, com as tradicionais cadeiras vermelhas. (Fotos: Divulgação)

Este sábado (2) marca a despedida de um dos mais tradicionais endereços gastronômicos de Curitiba, o restaurante Île de France. Há 64 anos instalado na Rua Riachuelo, próximo ao Passeio Público, o bistrô está de mudança para o Batel. Mas a mudança é mais ampla. Envolve a gestão do próprio restaurante, que passará a ser administrado por um grupo de investidores, todos clientes.

O atual Île de France na Rua Riachuelo, 538, para onde se mudou em 1957. (Fotos: Divulgação)

Não fosse a pandemia, o Île já estaria há pelo menos um ano no novo endereço, o elegante edifício Work Batel, na Avenida do Batel, 1550. Com o anúncio da contagem regressiva para o fechamento da atual sede, começou uma corrida dos clientes para se despedir dos austeros salões, com suas cadeiras vermelhas e lareira. E não foram só os habitués da casa que congestionaram a lista de reservas. Gente que nunca havia pisado lá também se apressou em conhecer o lugar, que há décadas faz sucesso na noite curitibana – o restaurante sempre abriu somente para o jantar.

Jean-Paul Decock e Marcia Oliveira. (Fotos: Divulgação)

LEIA TAMBÉM:

“Estamos com muitos clientes pedindo pra fazer reservas e quem conseguiu vir está muito feliz em saber que a história do Île continua. Muitos perguntam se vamos levar alguns ícones da casa, como as cadeiras e o papel de parede do primeiro salão, as arandelas e luminárias”, diz Marcia Oliveira, da MMO Marketing, Gestão e Negócios em Gastronomia e uma das sócias do projeto de revitalização do Île de France.

O elegante salão de espera será reproduzido no novo endereço. (Fotos: Divulgação)

Segundo Marcia, o novo Île será praticamente uma reprodução do atual, inclusive com a réplica da Torre Eiffel que brilhava no teto do prédio. “Até a lareira será reproduzida no novo espaço”, conta. A equipe de manobristas também será a mesma. A principal figura da casa, Jean-Paul Decock, proprietário e filho do fundador do restaurante, também irá junto. “Ele é a figura mais importante da casa, que carrega essa história”, acrescenta Marcia.

Homenagens

Nas últimas semanas, os clientes mais antigos têm feito homenagens a Jean-Paul e aos garçons, todos com muitos anos de casa. O mais festejado é Silvio Dziedicz, há 32 anos envergando o summer clássico da equipe. Noite dessas ele foi surpreendido com um diploma oferecido por um grupo de médicos.

Silvio Dziedicz, o garçom mais antigo do Île de France, com o diploma que recebeu de um grupo de clientes. (Fotos: Divulgação)

Nesta semana, o restaurante recebeu sua cliente mais antiga, dona Avany Macedo, que foi comemorar seus 101 anos. Ela contou que frequenta o Île desde que o restaurante foi fundado pelo casal de franceses Janine e Emile Decock (pais de Jean-Paul), em 1953, na Rua Cruz Machado, com o nome de Bar Normandie. De lá, o bar se mudou para a Alameda Dr. Muricy, já como Île de France, e logo em seguida, em 1957, para o atual endereço. Dona Avany disse que pretende ir à nova sede assim que ela for inaugurada.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

4 comentários em “Restaurante Île de France se despede do atual endereço após 64 anos”

    1. Benedito Nicolau dos Santos Neto

      Jean Paul, bem-vinda a iniciativa de mudança ! Ao ÎLE desejo a continuidade de sucesso do seu cardápio & incomparável glamour .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X