Prefeitura amplia lista de parques fechados para reduzir circulação de pessoas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Novos parques da cidade têm os estacionamentos fechados para reduzir circulação. – Na imagem, estacionamentos do Parque Barigui. (Foto: Divulgação/ Pedro Ribas-SMCS)

A teimosia de alguns em ignorar os apelos para evitar aglomeração fez com que a prefeitura de Curitiba fechasse os estacionamentos dos parques Barigui e Tingui nesta quinta-feira (26). E hoje, sexta-feira (27), outros parques da cidade tiveram os estacionamentos também fechados e a circulação de veículos restrita. A medida faz parte das ações adotadas pela cidade para evitar aglomerações como forma de diminuir a possibilidade de transmissão do novo coronavírus. Além do Barigui e Tingui, a restrição vale para os parques São Lourenço, Bacacheri, Tanguá, Atuba, Vilinha do Atuba, Náutico, Lago Azul, Peladeiros e Tropeiros.

Parques e unidades de conservação menores e que favoreceriam a formação de aglomerações, como os bosques Alemão e Reinhard Maack e o Jardim Botânico de Curitiba, também já foram totalmente fechados. De acordo com os técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, caminhadas e exercícios físicos ao ar livre devem ser feitos em horários alternativos e de forma isolada.

LEIA TAMBÉM:

Os estacionamentos e as vias internas dos parques com restrição de circulação estão com bloqueios da Superintendência de Trânsito (Setran) e os frequentadores estão sendo orientados pela Guarda Municipal para evitar aglomerações e retornar às suas casas o mais rápido possível após a atividade física.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X