DESKTOP

Saúde orienta que exames de rotina não sejam feitos neste momento em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

exames-de-rotina
Prefeitura pede que população não procure postos de saúde neste momento se não estiver com sintomas de Covid-19. Na imagem, a Unidade de Saúde Jardim Aliança, no Santa Cândida (Foto: Lucilia Guimarães)

A população não deve procurar as unidades básicas de saúde para a realização de exames de rotina e check-ups neste momento. Esta é a orientação da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba caso o paciente não apresente nenhuma queixa específica de saúde. “Estamos com muitos casos ativos de Covid e não é recomendável que uma pessoa saudável, sem sintomas, busque uma unidade de saúde neste momento”, diz a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. Segundo ela, a pandemia se agravou muito e os esforços das equipes médicas devem ser colocados nas situações ligadas à Covid-19, urgências, emergências e casos agudos de outras doenças.

Nesta terça-feira (02), foram registrados 17 óbitos de moradores da cidade por coronavírus. Até agora, são 2.961 mortes em Curitiba. Também nesta terça foram registrados 877 novos casos, somando 143.663 moradores de Curitiba contaminados em algum momento desde o início da pandemia. No momento, são 8.279 casos ativos na cidade, ou seja, o número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos

No último sábado (27), 15 novos leitos de UTI do SUS exclusivos para Covid-19 foram ativados na capital. E na terça-feira (02) mais cinco. Com isso, a cidade conta com 383 leitos exclusivos, o maior número desde o início da pandemia. Ainda assim, a taxa de ocupação das UTIs permanece alta, em 93%. Além dos 383 leitos UTIs, a rede pública de assistência hospitalar para os pacientes com sintomas respiratórios conta com outros 499 leitos clínicos exclusivos para Covid-19. No total, são 882 leitos SUS (UTI e clínicos) exclusivos. Esse montante é bem maior que os 553 leitos inicialmente previstos no plano de contingência de enfrentamento à pandemia do município.

LEIA TAMBÉM:

Vacinação

71.574 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Curitiba até esta terça-feira (02). Foram 4.818 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência, 73 indígenas, 23.103 idosos e 43.580 profissionais dos serviços de saúde da cidade, incluindo as equipes de vacinação. A aplicação da primeira dose recomeçou na última sexta-feira (26) com a chegada de um novo lote de vacinas, atendendo idosos acamados de 85 anos ou mais.

Na segunda-feira (01) começou o cronograma para os idosos não acamados entre 85 e 82 anos com escalas por idade. Nesta quarta-feira (03) é a vez dos idosos de 83 anos ou mais. Também foi retomada a aplicação da primeira dose para profissionais de saúde.

Segunda dose

Em Curitiba, 27.734 pessoas receberam a segunda dose até esta terça-feira (02). A vacinação com a segunda dose está sendo feita nas instituições de longa permanência e para os profissionais de saúde, além de indígenas.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X