Sem os tradicionais desfiles, polícias do Paraná homenageiam Tiradentes em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Representantes das Polícias do Paraná prestaram homenagens a Tiradentes, observando os protocolos de segurança. (Foto: SESP/PR)

As forças de segurança do Paraná homenagearam nesta quarta-feira (21) o patrono das polícias do Brasil, alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Policiais militares e civis, bombeiros militares e outros profissionais da segurança pública manifestaram reconhecimento ao herói brasileiro, enfatizando o patriotismo e a democracia. As homenagens foram feitas a distância, sem os tradicionais desfiles e ações presenciais, por causa da pandemia. A exceção foi a guarda de honra junto ao busto de Tiradentes na praça que leva seu nome no Centro de Curitiba.

LEIA TAMBÉM:

Durante as homenagens foram destacadas as ações do governo do estado e da Secretaria da Segurança Pública para melhorar as condições de trabalho dos policiais paranaenses. “Estamos com concursos públicos da Polícia Militar e da Polícia Civil em andamento para a contratação de profissionais. E também trabalhando sempre para a aquisição de equipamentos, viaturas e tecnologias que auxiliem a atuação dos policiais”, disse o secretário da Segurança, Rômulo Marinho Soares.

No texto Ordem do Dia sobre a comemoração ao Dia de Tiradentes, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira, fez um reconhecimento ao trabalho de todo o efetivo. “Me permito agradecer a todos os irmãos e irmãs profissionais da segurança pública do Paraná e do Brasil, seja policial ou bombeiro militar, policial civil, rodoviário, penal ou guarda municipal, que ombreiam juntos, à luz do dia ou à noite, nas madrugadas, às vezes quentes, outras frias, alegres ou tristes, objetivando garantir a ordem e a paz social”, afirmou.

O delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, descreve a trajetória de Tiradentes como um verdadeiro exemplo de amor à pátria e que deve ser seguido por todos os profissionais de segurança pública. “A história dele foi marcada pela coragem, luta e amor pela pátria. Esse espírito guerreiro e a dedicação de Tiradentes em favor da causa pública fez com que ele fosse escolhido como patrono das Polícias Brasileiras com muita justiça e é um legado que carregamos em nossa instituição para cumprir nosso papel de proteção à sociedade”, afirmou Teixeira.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X