DESKTOP

Vereadores aprovam em segundo turno o projeto que torna a educação atividade essencial em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

educação-serviço-essencial
 A votação do projeto aconteceu de forma remota nesta terça-feira (16). (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Durante a sessão plenária desta terça-feira (16) na Câmara Municipal de Curitiba, os vereadores aprovaram por 22 votos a 11, em segundo turno, o projeto que inclui a educação no rol das atividades essenciais na capital durante a pandemia de novo coronavírus.

Os autores do projeto Amália Tortato (Novo), Indiara Barbosa (Novo) e Denian Couto (Pode), responderam aos questionamentos feitos por outros parlamentares sobre mudanças que teriam que ser feitas no texto. Carol Dartora, do PT, questionou a metodologia utilizada pelos autores, referente ao índice de aceitação dos professores sobre a proposta.

LEIA TAMBÉM:

De acordo com Indiara Barbosa, foram feitas algumas visitas aos estabelecimentos de ensino e ao longo dos próximos dias, devem ser agendadas novas conversas com os professores. Para ela, o sindicato que representa a categoria concorda com o projeto, que recebeu duas emendas.

Uma delas, do vereador Marcelo Fachinello (PSC) e a outra emenda do vereador Allexandre Leprevost (SD). As duas alterações ao texto foram aprovadas. Com a aprovação em segundo turno, o projeto passará ainda por uma terceira votação nesta quarta-feira (17). O motivo de o projeto não seguir imediatamente para a análise do prefeito Rafael Greca é que a redação das duas emendas aprovadas precisa ser ratificada pelo plenário numa votação da redação final.

A partir desse terceiro turno, se houver a concordância da prefeitura, o projeto será publicado no Diário Oficial do município, tornando-se lei municipal com vigência imediata. Se a iniciativa for vetada, parcial ou integralmente, ela retornará para a câmara municipal de Curitiba, para que os vereadores deem a palavra final sobre o assunto – que pode ser a manutenção ou a derrubada do veto, com a norma sendo promulgada pelo Legislativo nesta situação.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

blank

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X