DESKTOP

Vereadores aprovam suspensão de multas do EstaR durante vigência da bandeira vermelha

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Redação

blank
EstaR eletrônico: esclareça suas dúvidas. (Foto: Hully Paiva/SMCS)

Os vereadores de Curitiba aprovaram nesta terça-feira (23), por unanimidade, uma sugestão à prefeitura para a suspensão da multa por irregularidades no uso das vagas do Estacionamento Regulamentado (EstaR) durante a vigência da bandeira vermelha ou de restrições ainda mais severas durante a pandemia de Covid-19. Cabe ao prefeito Rafael Greca, acatar ou não a sugestão feita pelo legislativo municipal.

A proposta foi apresentada pelo vereador Professor Euler (PSD). De acordo com ele, na bandeira vermelha há menor circulação de veículos e de pessoas e, por isso, não existiria motivo para a fiscalização da rotatividade das vagas de EstaR. Ele também argumenta que os agentes estão expostos a riscos durante a fiscalização, em função da pandemia, e esse trabalho não se enquadra em qualquer tipo de atividade ou serviço essencial. Outros vereadores apoiaram a sugestão. O vereador Alexandre Leprevost (Solidariedade) ainda alegou que a suspensão da multa ajudaria empresários que dependem da entrega de produtos nesse momento de pandemia.

LEIA TAMBÉM:

Durante a discussão, os parlamentares destacaram que a suspensão da multa seria uma excepcionalidade, não podendo ser considerada um “libera geral”, mas
o vereador Pier Petruzziello (PTB), líder do Poder Executivo na Câmara, se mostrou preocupado com a mensagem que os parlamentares poderiam deixar com a sugestão. De qualquer forma, a sugestão foi aprovada por unanimidade e será encaminhada à prefeitura.

A Superintendência de Trânsito (Setran), responsável pela fiscalização das vagas do EstaR, já reforçou que o condutor deve seguir as regras estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) durante a vigência da bandeira vermelha, e isso inclui a regularidade no estacionamento. A Setran confirmou que a fiscalização do EstaR acontece normalmente.

Ainda sobre o EstaR, os vereadores também aprovaram a sugestão apresentada por Renato Freitas (PT) para readequação do EstaR Digital. Entre as propostas que serão enviadas à prefeitura estão novos prazos para a regularização da autuação, revisão do valor cobrado e possibilidade de aquisição de créditos de forma alternativa. A nova modalidade do serviço foi implantada no ano passado.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X