Vítima de vandalismo, bandeira do Brasil foi recolocada em frente ao Palácio Iguaçu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Monique Benoski

O vandalismo da última segunda-feira (01) exigiu a troca da bandeira nacional, no Palácio Iguaçu. (Foto: Ari Dias/AEN)

A bandeira do Brasil que fica em frente ao Palácio Iguaçu foi uma das vítimas do vandalismo da noite de segunda-feira (01) e teve que ser retirada por determinação do governador Ratinho Jr. O local onde ficam os mastros com as bandeiras do Paraná e do Brasil, chamado de Pavilhão Nacional, foi depredado com pichações. E os próprios mastros também tiveram o mecanismo que conduz o hasteamento danificado pelos vândalos.

Depois do sistema de hasteamento consertado e das pichações removidas, nesta terça-feira (02), a bandeira foi recolocada. As bandeiras foram deixadas na metade do mastro em sinal de luto oficial pela morte de três servidores do Estado que atuavam na Casa Civil.

LEIA TAMBÉM:

O lutador Wanderley Silva convocou seus seguidores para se encontrarem no fim da tarde de ontem na Praça 29 de dezembro para seguir juntos ao Palácio Iguaçu e participar da cerimônia de recolocação da bandeira nacional. Confira o vídeo.

O lutador Wanderley Silva convocou seus seguidores para uma passeata até o Palácio Iguaçu. (Vídeo: Reprodução internet)
Após a passeata e a cerimônia, Wanderley Silva manifesta orgulho que sentiu dos participantes. (Vídeo: Reprodução Instagram)

De acordo com o governador, ações e manifestações pacíficas receberão suporte operacional da Polícia Militar, porém, vandalismo é crime. “Aqueles que porventura pensam em se aproveitar da situação para promover baderna serão punidos pela força policial”, declarou Ratinho Jr.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X